Buscar
  • Felipe Zardin

Você tem um Design em mente?

Conecte-se com as pessoas, através de um conjunto gráfico, criado para traduzir todo o conceito por trás da sua marca.

Bem-vindo a mais um post do blog. Um design que objetive uma experiência significativa para o cliente, busca fortalecer o valor da sua marca e ajuda a se conectar com as pessoas certas. Optar por um design simples e que capture a essência da sua marca, pode ser o diferencial que você está precisando para se destacar.



Para viver uma vida criativa, temos de perder o medo de estar errados.” —Joseph Chilton Pierce

Você vai postar muito conteúdo em suas plataformas, mas se eles não seguirem um padrão ou se não forem harmônicos, isso poderá gerar ruídos visuais e de comunicação, deixando os seus leitores confusos com o que você está falando sobre você e sua marca.


Não existem limites para a criação

Identidade visual é a combinação de elementos visuais que refletem um nome, uma ideia, um produto, uma marca ou um serviço. As cores, tipografias, formatos e até frases, como o slogan, possuem o papel de gravar na mente do público, de forma rápida e objetiva, qual é a sua identidade visual e seu propósito.


Após a etapa de ideação, já tendo em mente que conteúdos são primordiais destacar nas suas plataformas digitais, você irá passar para o processo de criação, para construir um conjunto de materiais, elementos gráficos e de padrões que darão vida ao seu manual de identidade visual. Essas definições serão utilizadas na sequência em sua estratégia do marketing digital.

A vida é da cor que você pinta!

Escolha cores com a qual você se identifica, use elementos que façam sentido para a sua ideia, risque e rabisque logomarcas, liste os materiais que serão necessários nos canais de relacionamento que você usará, busque o inesperado e o fora do comum, esta é a etapa em que é melhor ter mais opções do que se limitar a apenas uma opção.


Se você consegue identificar as marcas somente através dos elementos, das cores e sem a necessidade dos nomes nestas imagens, isso significa que estas marcas trabalharam de forma a entregar uma experiência significativa através da comunicação.


Prova disso foi a recente ação da MasterCard: depois de décadas assinando o próprio nome na logomarca, adotou o uso apenas dos dois círculos na maioria de suas composições.


A ação de retirar o nome da logomarca foi uma estratégia adotada após perceber que a identidade visual era capaz de promover uma taxa de reconhecimento que chegava aos 80%. Ou seja: não era mais preciso reforçar quem era MasterCard, as pessoas já sabiam só de bater o olho no grafismo.

Ninguém existe sem uma identidade e o mesmo acontece com as marcas.

A identidade visual leva ao reconhecimento e valor de uma marca, quanto maior é a presença dos elementos na vida de alguém, maior será a sensação de proximidade e até mesmo necessidade em relação aos produtos ou serviços oferecidos.


Inspire-se

Para acompanhar todas as novidades da Rabiscos, incluindo dicas para criar sites e posts interessantes, vá ao nosso site e explore as opções. Encontre inspiração para começar a criar seu conteúdo, e precisando de ajuda é só falar comigo. Boa sorte!

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo